segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Na Argentina

Claudio e Lorena na Argentina

domingo, 20 de agosto de 2017

Bernardo

Bernardo - medalha de Bronze no Campeonato Estadual de Natação - 50 metros peito Parabéns a família do avô Adilson Tadeu Machado.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

CLUBINHO em Balneário dia 15 de agosto

Neto do Mano.

Nasceu Noah , filho de Marina e Carlos André Moreira. Neto do amigo Mano & Iara Walendowsky

sábado, 12 de agosto de 2017

Dia dos pais

Desejamos a todos os Amigos do CLUBINHO um Feliz Dia dos Pais!!! - Votos de Daniel Chiesa - Presidente.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Aniversário do Joel

Parabéns Joel!!!! Feliz aniversário!!!! Um abraço dos amigos do CLUBINHO!!!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Ata de 08 de agosto de 2017

Ata do CLUBINHO a reunião e jantar do CLUBINHO do dia 08 de agosto de 2017 em Blumenau no Salão de Festa do Edificio Bergamo pelo Gilson - Kiko - Soutinho. De convidado o amigo Sergio Jurad. Na grelha uma suculenta e boa carne com as delícias de complementos da cozinha caseira. Tinha até toalhinha embaixo do prato. E sobremesa (quase esquecida na geladeira). O Wilson contou histórias de vendas, experiências e profissionais experientes na arte de encantar clientes. Caras que sem conhecimento técnico conseguem absurdos resultados só nos relacionamentos. Avaliamos a venda e a compra dos alemães. Das novas industrias alemãs na região, com alta tecnologia até de filtragem prensada. No tradicional brinde para os apressados não há para quem negar, até porque todos somos flex. No futebol foi novamente uma vergonha. Botafogamos e prometemos muitas vantagens na tabela para o Grêmio e o Corinthians. As chances, as possibilidades, enfim um chute no saco. No tempo de mordomia presidencial temos saudade do saldo do corporativo. Pela antena o Bao sabe que Sky agora tem a Globo. O cara aqui do vale que assistiu a formula uno da varanda em monaco. O Azavan convidou o seo bolinha para um trago. Grandes magazines. O nosso BEC é campeão. Já no banco o mané diz que se chama prime ou personalite. Camarão é ridículo. O Mano aquele parece navio negreiro, cheio, lotado de muitas escravas. Na opinião, quem já foi, pode vi, ser como convidado. Quem diria a Venezuela tá numa de zé arruela. Caminhão pesa o peso independente dos eixos. Pneus ficam no eixo, em baixo e no peso, que é o peso. As vezes o CLUBINHO também é balança. As prefeitas do litoral e as bombinhas. Lá no Barsa a Chape tinha 50 mil e era só a metade da lotação. Grandes nomes tiveram o previlégio de frequentar o time do CLUBINHO. A sensacional Claudia Raia e a mínima e rápida aparição no Baturité do Maestro. Triste mesmo foi a conversa com o Juca Chaves. Essa tirou a graça. O rapaz se passou. O azavan e as grandes pegadas com o ratinho. Trapalhões e o Sergio. As alavancadas e outras tantas. Como era, como funcionava, aonde moravam, como viviam, você ficou sabendo isso e muito mais no zé repórter nesta terça. A história de namorada com a namorada no Aquarium e outras sociedades de grandes lucros. Boas lembranças e grandes histórias nesse capitulo da resenha de hoje. Se fumo.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

GABRIEL de fusca.

Neto do Nei Azambuja fuscando.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Antunes Severo

Aniversário do amigo do CLUBINHO - Antunes Severo.
Procrastinar Tenho, entre os profissionais que me apoiam no tratamento que faço para compensar os desgastes dos 85 anos de janela que cumpro hoje, três notáveis exemplos de competência, dedicação e participação: a médica chefe, oncologista, a terapeuta do Pilates e a médica terapeuta especialista em medicina tradicional chinesa. Elas me acompanham, na prática, às 24 horas do dia: pelo telefone, WhatsApp, mensagem ou e-mail. Ontem, primeiro de agosto de 2017, às 10 horas da manhã, Preta e eu recebemos a visita da terapeuta que lida com as minhas emoções, idiossincrasias, hábitos, manias, preconceitos e desvios mentais. Ela monitora tudo isso e ainda faz aplicações de acupuntura e chás, os mais diversos. Esquecia de dizer. Há, ainda, um médico, clínico geral e especialista em emergências, que fica a nossa disposição durante às 24 horas do dia. Exagero? Nada disso. Comprometimento. Que neste caso é complementado pela disponibilidade do telefone da esposa quando o marido está atendendo alguma urgência. Fantasia? Sonho?Alucinação? Nadica! Isso se chama qualidade de atendimento. Coisa para Marajás? Também não. Sou funcionário público. Professor Universitário e vivo do meu salário de aposentado. Nossos bens? Um apartamento de 80 metros quadrados, no bairro Estreito (na parte Continental da Cidade). Aonde quero chegar? Em você. Primeiro, grato por ter vindo até aqui, segundo por ter aceito (ou aceitado?) o convite para continuar. A palestra da terapeuta das minhas excentricidades falou durante uns 45 minutos citando casos e analisando resultados. Ela iniciou pegando pesado, embora de maneira deixada e convincente: “O corpo humano é perfeito”. Argumentou, citou casos conhecidos. “Os médicos são auxiliares. A responsabilidade pela cura é do cliente”. Discretamente percebi que ela estava se referindo às atitudes que ando assumindo para justificar a demora da minha recuperação. Foi direto ao pote: “E você? Quais são seus planos futuros? “. Para aliviar ela ponderou: “Todos nós precisamos ter planos determinados, organizados e priorizados, se não, não se chega a lugar nenhum”. Gelei. Ela me pegou em flagrante. Sou um dos maiores procrastinadores entre os que conheço. Engoli em seco. Quis desviar o assunto, mas ela foi mais rápida: “Pode apresentar alguns? “ Enquanto pensava na resposta, escorriam pela minha mente uma série de verbos nada enaltecedores: transferir para outro dia ou deixar para depois; adiar, delongar, postergar, protrair. Fui sincero com ela: esse é um dos meus maiores males. Sei que estou protelando, relegando para segundo plano, mas para parecer “bonitinho para a plateia”, me sacrifico – e muitas vezes, até prejudico alguns amigos. Com este exemplo, me declaro em falta com a natureza e as leis universais. Ao mesmo tempo renovo a minha gratidão para quem me trata com tanta deferência e bondade. PS 1 – Crie um propósito. Crie rotinas positivas, antes que sua mente as crie por impactos emocionais. Quebre suas rotinas de todos os dias, todos os dias. As rotinas podem ser prazerosas. Se esforce em fazer três coisas diferentes por dia. PS 2 – Quando fizer um plano, faça-o ilimitado. “Vou chegar a ser! “ PS 3 – O poder está comigo. Está na minha atitude. PS 4 – Grato pela companhia. Publicado em: 02/08/2017 http://www2.carosouvintes.org.br/procrastinar/. Por Antunes Severo Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Ata de 1º de agosto de 2017.

Ata do CLUBINHO do dia 1º de agosto de 2017 da reunião e jantar realizado em Blumenau na Churrascaria Ataliba pelo Adilson nº19 Tadeu Machado. O cardápio os exageros da carne. O Adilson estava desconfortável recebendo visitas, com expediente no Zoo em Pomerode e com a preocupação com o irmão mais velho –Boanerges - internado na UTI com problemas pulmonares em Florianópolis. Todos desejam boa recuperação. Era futebol o tema forte de abertura de pauta. Botafoguemos, fomos para o Grêmio, Flamengamos, Cruzeiro e com algumas derrapadas políticas. Baixamos a bola. Felizmente conseguimos manter o nível e falar mesmo dos rapazes riquinhos correndo atrás da bola e de shorts. Volta e meia a bola caia na área em Brasília, raspava no travessão dos políticos. Mas com muito suor conseguimos manter a bola para cima e falar de futebol. A atração na semana foi o peixe que caiu no anzol – foto e vídeo no zap zap – preso pelo rabo, na foz do ribeirão da Velha, bem perto da ponte de ferro. Um belo dourado. Já, considerado o melhor de todos o vídeo do cara que pediu para o pai uma moto e ganhou um violino. Buscando a moto está o amigo Joel com os amigos socorristas de Mendonza. Um passeio agradecimento. Roçada foi o que fez o Paulo Muller no acidente. O casamento do Marcel com a Ana Célia foi a festa do Wilsinho na semana. Buscando o vestido estourou um pneu, vestido de pai do noivo. Há quem avalie como com gravidade e problemas o que aconteceu no CLUBINHO no último escrutínio. A 470 de Indaial à Blumenau está um tapete. Recapado dos dois lados. Puro são os nossos alemãezinhos. Burros. É outra coisa. Uma vez. Pela soma de pontos na carteira até já foram recebidas cartas. O texto convite é objetivo – venha entregar a carteira. Acontece que há contestação e há como transferir pontos para os outros. Daí entramos na conversa sobre padres bonzinhos e padres não bonzinhos. Na disciplina do ginásio realmente lidamos com grandes estúpidos. Por isso somos assim, ogros. E os bem dotados desfilaram na conversa. Assunto ruim, hein. Fomos para a diabetes e as coisas nada agradáveis que nos acontecem. Diz que o bicho pega três vezes na vida, se numa você estiver pra baixo a coisa fica feia. Falamos – ficha completa – da família do Henry. De um tempo que se frequentavam as casas e conhecíamos os pais. Dai falamos de muita grana, do barco de aço inox, de pesca que fica naquela morada do forte em Governador. É muita coisa, galpão com freezers e freezers cheios de camarões e lagostas. Serviço classe três AAA das fininhas. Lá no fim, tudo acaba e o pau vai comer. Falamos dos nomes, daqueles da curva, dos que ficavam atrás da trave no campo do Deba. Ali da rua do Alvin, perto do ferreiro. Era muita fumaça. Muita mesmo. Uma turma de amigos que se adiantaram. Encerramos com a certeza que na p´roxima terça feira tem mais um CLUBINHO, tem nova ata, mais uma resenha, nos nossos 48 anos de histórias. E estórias.