sexta-feira, 22 de setembro de 2017

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Aniversário do Edson Vargas

Amigo Edson Vargas receba um grande abraço dos seus amigos do CLUBINHO.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Ata de 19 de setembro 2017

Ata do CLUBINHO do dia 19 de setembro de 2017 da reunião e jantar realizado em Gaspar no Bela Vista Coutry Club pelo Joel Toledo. O filho Junior pilotou a churrasqueira e fez um ótimo cardápio, aplaudido e elogiado por todos. Uma excelente reunião. Rimos muito. Falamos da sede do CLUBINHO que se chamava Estrela Vermelha, os mosquitos que levantavam a gente e as boas lembranças de criar, tijolo por tijolo, uma sede. Longe pra danar. Falamos do golpe nos celulares, na enganação de anúncios das listas telefônicas. O Underberger o Joel chamou de baternic. Nem o dr. Google sabe o que é. No asilo se levantar a mão, fica só o crock no chão. Vai tudo. Ainda as emoções dos aviões homenageando no velório. O Joel diz que avião o escape é direto, não usa silencioso. Gonzagão, gonzaguinha, e a mãe no ratinho com o de ene e á. Acácia Amarelo foi a musica do Gonzagão para os irmãos aqueles. O Colombo cometeu a semana farroupilha em pé. Mas bah tchê. Se não for em Lages, vamos de Curitibanos para ser a nossa brasília. No hóquei teve chifre. O amendoim no ouvido ou a sogra com bolinho de bacalhau nem lavando os dedos. E a volta do braço, por traz do travesseiro, para o disjuntor cair. A adriana e o brinco de 1,8 milhões, né cabral. Setenta e dois bodes devoraram a ovelha no reboque. Terremoto no México e no Japão as colunas são coloridas para saber separar no monte. Na Coreia da Morte, o trumpezinho anuncia que quer dar um corretivo, mas se gaga de medo da China. Mijar sentado te sido a ordem do dia. O Toni Coelho reproduziu um vírus no face. O Pedro aquele foi quem mandava do futebol. E no transporte. No estalar do chicote o beto botou. Os duda idem. Na esquina da praça do estudante, vem aí, o habbibs. O Hotel aquele tem sido uma obra dos que se merecem. Sem mais se fomos todos, encerrando mais uma de terça.

domingo, 17 de setembro de 2017

Do Sérgio para o Mauro

Meu grande Amigo Mauro Mesquita deixou este plano para voar em planos mais altos. "Good airplane pilots don't dye. They just change the plane! ". Bons pilotos de aeroplanos não morrem. Eles somente mudam de "plano". Agora Mauro, você pode voar mais alto, mais longe. Correntes térmicas lhe permitirão voar mais alto ainda. Quantas boas lembranças você me deixa. Lembra da nossa viagem com o Tupi para Concórdia com o MajorNeves Moraes. Você me sacaneou o voo inteiro rsrsrs. Quantos jantares em sua casa com sua bela Família. Quantos voos de planador... ZQL, PHO, PHP. Lembra nosso passeio com o Dynamic para o churrasco no Pouso na Serra? ... DO rally no Aeroclube? Da sua gozação a respeito de outro piloto de planador que contaminou o cockpit do ZQL num voo para o Aeroclubes. De São José ... rsrsrs. Da nossa viagem ao Campo dos Afonsos para convidar o Coronel Braga para vir para o Festival de Acrobacias que organizamos em 1987... Do dia que tomamos vodka russa com o Coronel Braga no Bar 14 Bis no Santos Dumont... . Boas lembranças ... somente boas lembranças você me deixou e a todos que tiveram o previlégio de conviver com você... agora que você está imune a todos os males terrenos mantenha seu sorriso contagiante e proteja estes seus amigos mortais que tanto lhe querem ... Vá em paz meu Amigo... Deus lhe chamou porque certamente precisa de ajuda de pessoas como você. Parabéns pelo exemplo que você nos deixou. Vá em paz meu Amigo!!! Sérgio Antonio Schmitz

sábado, 16 de setembro de 2017

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Pilotos e aviões

Emocionante foi a homenagem de despedida que os amigos do Mauro Mesquita realizaram. Pilotos e seus eternos amigos do Aeroclube de Blumenau sobrevoaram a área da cerimônia.

Homenagem de Joel Toledo ao Mauro Mesquita

Mauro Mesquita, nosso Aviador se foi! Que a nossa mensagem seja a nossa própria vida." (Mahatma Gandhi) É muito difícil definir "Amigo"! Ele é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante; é aquele que ajuda e não espera retorno; é quem entende seu sentimento porque já sentiu, ou um dia vai sentir, o mesmo que você; é compreensão para o seu cansaço; é aquele que lhe diz: "eu amo você" sem qualquer medo de má interpretação; é aquele que faz piada para amenizar seus problemas; é aquele que sabe que viver é ter história para contar; é aquele que sofre com seu sofrimento e entende seu desejo de voar, de sumir de vez em quando.... Foste voar, caro Mauro.... Mas nos deixaste doações de amizade pura, que enriqueceram nossa jornada terrena. Foste voar Caro Mauro, e entendemos o teu desejo de voar.... Em breve iremos também! Abraço Fraterno Joel Toledo

Homenagem do Toni Coelho ao Mauro.

réquiem ao Mauro Mesquita era nosso aviador olhos reluzentes e sonhadores o voar veio com naturalidade tinha fascínio por essa arte.. o estereótipo de piloto.. lindo em seu uniforme idealizado pilotando o mais leve que o ar levou a vida efêmera em função desse sonho ao fugir-lhe o manche das mãos, partiu leve agora como planador.. voou o voo dos justos plainou enquanto possível daqui o vemos lá no alto jogando pétalas de rosas rosas que colheu enquanto vivia....

Falecimento do Mauro Mesquita

Com muita tristeza, todos nós do CLUBINHO lamentamos o falecimento do amigo MAURO MESQUITA.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Ata de 12 de setembro de 2017

Ata do CLUBINHO da reunião e jantar realizado em Blumenau no Boteco Floriano pelo Eduardo Cabeça Silveira. No cardápio o rodízio de petiscos. Ainda permanece a imagem da boa polenta feita pelo Pedro Ernesto. Tradição italiana. Na moda do food truk a cidade cria novos espaços para lanches. O CLUBINHO ainda não tem hino e nem Bandeira, Falamos da liderança do Simão na categoria de competições nacionais. O Guilherme Pfau fez oito mil km de moto (Bahia). Boa foi a da Rua Otto Pfuetzenreiter que o motorista de Joinville disse para o guincho que iria empurrar o carro até a Rua Rui Barbosa para não precisar soletrar. O ministro chorão e os cinquentinha. O cobra aquele exagerou na preparação física. Continua sendo facilitada a oportunidade na excursão a Feira de Santana. O mundo visto de cima no canal Globo Mais é um show. Se o Brasil visto de cima não é tão bom, é porque não é tão bom. As cenas do rapaz que amarra no barbante e introduz é mágica. A do japonês do telefone não atingiu o índice desejável de aplausos. Quando economiza no serviço a qualidade cai. Em Brusque tá linha dura pela morte de um militar. Isso vai ter que acabar. Caminhar na XV aos domingos é um espetáculo de família. De família falamos do encantamento com os netos. É de chorar, mesmo. Realmente é emocionante a intensidade de amor e dedicação que os avós proporcionam. Está entre 12 e 19 o dia do encerramento do ano. Muito cedo. Amizade em férias. Sonhos, fazer um carro com motor V8 Ford Flathead, o Bao já considera fazer uma Kombi, de verdade e até com cortininha. Das antigas a fábrica Simca contratou os serviços da equipe francesa de Jean Sunny, conhecido também como "Le Cascadeur", que fez diversos shows em varias cidades do Brasil em 1964. Euclides Pinheiro deu continuidade aos" Simca Shows", e a Equipe Jota Cardoso também andava em duas rodas. No canal History o Paulo “Loco” Figueiredo mostra o maior acervo automobilístico do Brasil que ele é o espaçoso curador. São mais de 500 carros. Sem estarmos sujos de graxa, como no passado, encerramos e fomos todos.

domingo, 10 de setembro de 2017

Aniversário do Bola

Parabéns amigo Renato "Bola" Goessel. Um grande abraço de todos os seus amigos do CLUBINHO.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Ata de 05 de setembro de 2017.

Ata do CLUBINHO da reunião e jantar realizado em Blumenau no dia 05 de setembro de 2017, na Pizzaria Baggio realizada pelo José Claudio Mor Pansard. De convidados o Toni Coelho e o Fernando Pfau. Foi servida a tradicional pizza na abertura e a lasanha muito boa. Encontramos o Cavilha (aquele da boutique) na entrada. Foi o dia da cirurgia cardíaca do Boanerges, irmão mais velho do Adilson. Tudo bem. O Nildo foi quem achou um cigarro e fumou. O Golias tinha um humor diferenciado. E a estrela Rogéria que morreu-se toda, era uma bicha da família brasileira. Rimos muito do rapaz com a roupa da mãe, explicando que agora sou sua filha e a mãe mandou lavar louça. Dinheiro não vai faltar para o Brasil, com as bolsas e as devoluções da lava jato, vai acabar a crise. Na Floriano amarelou o enxaimel da esquina. Tinta só deveria ser adquirida com receita médica. Terrível a do passar o pretinho no pneu. Diz o Wilson que o melhorzinho do Brasil é o Felipe Coutinho. O Daniel provocou a polemica da ponte. O projeto que não se aproxime dos ipês. Deu início as barbaridades da política. O leite de magnésio aquele, foi na Rússia pedir seleção de ingredientes no hamburger. As histórias das viagens das arábias são ótimas. A cultura da China é um espanto. Fau na área é pênalti. O caféhaus é um show na Humberto de campos. Mais uma errada do shopping. O Governador Konder Reis fez uma obra de arte no texto do pronunciamento do emissário submarino de Balneário. Falava muito, ele e o Laerte Vieira, o Jaison e o Félix. O Collor era caçador de marajás. Se acabou numa Elba. Coronéis, o Lucena, parente do Evandro, que era forte. Juruna e o gravador. E agora o Fufuca. Na história o Poncio Pilatos era chegado numa bola. José era marceneiro sabia escolher a madeira. Cruzes. Jogar a primeira pedra era para quem era certeiro. E ele não caminhava porque tava pregado. Desenvolvemos assim a base do terceiro e o mais novo evangelho. Daí vai para o pinhão de Lages. Aguas de Piratuba e o jeep Toyota 66. Então fomos pintar a bola com nugget, que deixava o bico do tênis branco. E tinha o folclore do piiisssss nas bolas altas. Rimos muito e encerramos com a decisão da porra do juiz que absolve quando é no pescoço. Engolir nem pensar. Concluímos, nada mais tendo a registrar, encerramos.

domingo, 3 de setembro de 2017

Texto do ADILSON.

Uma História de Caserna...”Tributo in Memorian – IVO BRASSIDES WEIMER”.
Conheci ao Ivo, ano de 1966, éramos integrantes da Companhia de Comunicações, na Escola de Sargentos das Armas, em Três Corações MG. No primeiro semestre escolar, como não tínhamos especialidades de Armas definidas ainda (Infantaria, Engenharia, Artilharia, Cavalaria e Comunicações), éramos “arranchados”, nos alojamentos das Companhias como se tal Arma já integrássemos. Ivo, no alto de seus 2 metros de altura, loiro, olhos azuis, um sorriso bonachão, sotaque gaúcho de colono, do interior, nascido em Frederico Westphalen RS, conquistava a todos pela simpatia. Em conjunto com nosso time de Basquete da Companhia de Comunicações, conquistamos a Olimpíada Interna da EsSA. Ele e o Roberto, outro jogador carioca com 2 metros, foram os astros do Dream Team das Comunicações no ano de 1966. Quis o destino, que nos classificássemos para a Especialidade de Radiotelegrafia, com mais 8 colegas, curso que finalizamos no Rio de Janeiro na Escola de Comunicações do Exército, na Vila Militar, em Deodoro, Zona Norte do Rio RJ. Nossa saída de Três Corações foi em trem, 2 vagões lotados de Alunos militares que classificados por especialidades, seguimos pela Serra da Mantiqueira em memorável viagem de 16 horas. Ao sairmos de Três Corações, recebemos as “rações”, alimentação, um sanduíche de pão com mortadela e manteiga, dois ovos cozidos e duas laranjas. (Almoço e Jantar). Com isto viajaríamos até ao Rio de Janeiro. Já no caminho surgiam as “trocas”...quem não gostava de ovo, trocava por laranja, ou pedaço de sanduíche. Ivo acumulou um farto estoque de “ovos”. Já no caminho, ao longo do trecho, não era possível, sentar-se ao lado do Gaúcho...era farto o bombardeio flatulento e o odor insuportável. Banco vazio ao redor dele, fazia com que civis, que embarcavam nas paradas de trem, em cidades do interior, sentassem ao lado do simpático “alemão”. Todos nós à distância, divertíamo-nos, nas apostas, de por quanto tempo os “paisanos”, aguentariam ao Alemão. Serra da Mantiqueira...muitos túneis...momento ideal de Ivo despejar suas granadas flatulentas, cujos ruídos, eram festejados aos gritos de “hurra”, pelos demais “milicos” às gargalhadas ! No Rio de Janeiro, nos integramos à nova Escola. Corpo Militar, pequeno, nas especialidades de Mecânico de Rádio e de Radiotelegrafia. 36 alunos , utilizávamos alojamento único, camas e armários de aço. Os toques de Alvorada (às 06:00 horas) e o de Silêncio (às 22:00 horas) era feito, por uma central, onde um toca-disco, ligado a altofalantes no pátio, repetiam ao som de clarim. Disco velho e desgastado, desafinava o toque...ouvíamos primeiro, ao chiado do disco compacto, para depois o som do clarim. Quando surgia o chiado, costumávamos bater as palmas das mãos, sobre as pernas, imitando galos, batendo asas, como se preparando para o canto matinal ! Divertíamo-nos ! Isto levou a Direção adquirir equipamento novos ! Ivo, não se sentia confortável na cama de aço. Dimensão menor que sua estatura era um sofrimento para acomodação. A atrapalhar tudo isso, um córrego poluído, nos fundos da Escola, fornecia no calor carioca, um estoque monumental de pernilongos, cuja pele branca do alemão, era um alvo predileto a cada noite aos infernais ataques. Belo fim de semana, encontramos o alemão Ivo, exultante, costurando um mosquiteiro de filó. De agulha, dedal , tesoura e linha, o alemão havia recebido dinheiro da família e comprara o “material de defesa”. Todas as noites, pouco tempo antes do Toque de Silêncio acontecer, o ritual do Ivo, montando o mosquiteiro sobre seu leito, era repetido. Profunda inveja dos “companheiros de alojamento”. Veio o “contra-ataque”. Durante o dia, nos intervalos dos “tempos” de aula, surgiram caçadores de “mosquitos e mariposas”, no pátio da Escola, guardávamos em “caixa de fósforos”, era a “munição de ataque ao Mosquiteiro do Ivo”. Hábito salutar, todos tinham que fazer higiene bucal, (escovar dentes) e tomar banho antes do toque de Silêncio. Os “guerrilheiros”, esperavam o alemão Ivo ir para o banheiro, abriam debaixo da cama, com o mosquiteiro armado, toda a “munição capturada” durante o dia. Como a Luz é apagada no toque de Silêncio e ninguém mais pode fazer barulho, contava-se os minutos, após o Ivo deitar-se, para que ouvíssemos o berro de “FILHOS DA PUUUUTA” do alemão. Era um pandemônio de gargalhadas...e o Aluno Plantão do Alojamento, desesperado tentando manter o Silêncio para não ser punido pelo Oficial de Dia. Querido Alemão nos deixou, recente. Médico Veterinário, Oficial do Exército Brasileiro, fiz contato por telefone há algum tempo, com ele 40 anos depois...ao atender o Telefone eu disse: “Você ainda usa mosquiteiro?...Sou um dos que largavam mosquitos sob sua cama...ele com aquele sotaque clássico alemão colono..."ENTÃO TU ÉS UM FILHO DA PUUUTA ! ". Rimos e choramos. Saudades !

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Ata 29 de agosto 2017

Ata do CLUBINHO da reunião e jantar realizado dia 29 de agosto de 2017 no Clube Bela Vista em Gaspar pelo Daniel Chiesa de nº 35. No cardápio uma sensacional receita de codornas com polenta. Polenta muito boa, mas sem o uso de utensílio parolo e méscula. E não foi cortada no barbante. Mas ótima. Em ótima companhia com convidados como os amigos, hoteleiro Alcir Felippi – convidado do Bao, bancário aposentado Fernando Pfau – convidado do Zé e o cardiologista famoso Djalma Faraco – convidado do Daniel.. Destaque na presença do nosso representante internacional Evandro Scussel diretamente de Madrid. Foi no dia em o Brasil comemora que o fufuca foi indicado para presidente. Que o casal no restaurante diz para o garçon, que não comemos carne, verduras só orgânicas, nada de glutem... e o que o sr. nos recomenda ?. Chamar um taxi - respondeu o garçon. Falamos de mega milionários. Que o neymar junior ta jogando muito. Que o rapaz do boxe joga cédulas para as morenas. E quem gosta de levar soco geralmente acaba pobre. O réu diz ao advogado - te pago 50 mil euros se tu conseguir uma pena de um ano para mim no julgamento. Conseguiu, ganhou a grana, mas disse que foi complicado. O juiz queria te absolver. Nossas piadas internacionais são em euros. Internacional mesmo não é piada, uns colorados ensaiaram o hino na mesa. Naquela história do baby doll - preso nos dentes, com regurgitação ao final - voltou. Tinha um carlinhos, outro professor buba e o jardim. O último era discreto, mesmo assim a turma da cueca foi pra rua. O do colégio era horroroso. O cunhado do asdubral chegou a ter um espaço para festinhas da juventude aos domingos de tarde no Restaurante Cavalinho Branco. Contam os frequentadores que se chamava CLUBINHO. Os Beavers tocou lá, confirma o guitarrista base do conjunto e que o mordomo era o badia. Num baile de debutantes no tourist em laguna, hospedados na pensão próxima, a turma invadiu a piscina do majestoso e debitou a conta no apartamento do promotor. Outros assuntos foram abordados, com maior e menor importância mas no registro somos obrigados a enaltecer as habilidades culinárias do Daniel pela criatividade na codornafest. Sem sonolência precoce os assuntos foram prolongados. Mesmo assim tivemos que encerrar e se fomos todos.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Obrigado, Soldado - 25 de agosto, Dia do Soldado

Obrigado Soldado

Obrigado, Soldado - 25 de agosto, Dia do Soldado
https://www.youtube.com/watch?v=YKgvDXWJAQM Produzido pelo Exercito Brasileiro o vídeo que faz um agradecimento e uma homenagem aos Soldados Brasileiros. Cenas foram gravadas em Blumenau e entre os importantes personagens a imagem do amigo Dr. Adilson Tadeu Machado. Ele agradece também seus comandados que na época das enchentes de 83/84 tiveram fundamental participação ao socorrer nossa comunidade. Um belo documento que nos enche de orgulho, todos que admiramos o nosso Exército e que em especial e com muito carinho o Adilson como amigo.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Amizades

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Na Argentina

Claudio e Lorena na Argentina

domingo, 20 de agosto de 2017

Bernardo

Bernardo - medalha de Bronze no Campeonato Estadual de Natação - 50 metros peito Parabéns a família do avô Adilson Tadeu Machado.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

CLUBINHO em Balneário dia 15 de agosto

Neto do Mano.

Nasceu Noah , filho de Marina e Carlos André Moreira. Neto do amigo Mano & Iara Walendowsky

sábado, 12 de agosto de 2017

Dia dos pais

Desejamos a todos os Amigos do CLUBINHO um Feliz Dia dos Pais!!! - Votos de Daniel Chiesa - Presidente.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Aniversário do Joel

Parabéns Joel!!!! Feliz aniversário!!!! Um abraço dos amigos do CLUBINHO!!!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Ata de 08 de agosto de 2017

Ata do CLUBINHO a reunião e jantar do CLUBINHO do dia 08 de agosto de 2017 em Blumenau no Salão de Festa do Edificio Bergamo pelo Gilson - Kiko - Soutinho. De convidado o amigo Sergio Jurad. Na grelha uma suculenta e boa carne com as delícias de complementos da cozinha caseira. Tinha até toalhinha embaixo do prato. E sobremesa (quase esquecida na geladeira). O Wilson contou histórias de vendas, experiências e profissionais experientes na arte de encantar clientes. Caras que sem conhecimento técnico conseguem absurdos resultados só nos relacionamentos. Avaliamos a venda e a compra dos alemães. Das novas industrias alemãs na região, com alta tecnologia até de filtragem prensada. No tradicional brinde para os apressados não há para quem negar, até porque todos somos flex. No futebol foi novamente uma vergonha. Botafogamos e prometemos muitas vantagens na tabela para o Grêmio e o Corinthians. As chances, as possibilidades, enfim um chute no saco. No tempo de mordomia presidencial temos saudade do saldo do corporativo. Pela antena o Bao sabe que Sky agora tem a Globo. O cara aqui do vale que assistiu a formula uno da varanda em monaco. O Azavan convidou o seo bolinha para um trago. Grandes magazines. O nosso BEC é campeão. Já no banco o mané diz que se chama prime ou personalite. Camarão é ridículo. O Mano aquele parece navio negreiro, cheio, lotado de muitas escravas. Na opinião, quem já foi, pode vi, ser como convidado. Quem diria a Venezuela tá numa de zé arruela. Caminhão pesa o peso independente dos eixos. Pneus ficam no eixo, em baixo e no peso, que é o peso. As vezes o CLUBINHO também é balança. As prefeitas do litoral e as bombinhas. Lá no Barsa a Chape tinha 50 mil e era só a metade da lotação. Grandes nomes tiveram o previlégio de frequentar o time do CLUBINHO. A sensacional Claudia Raia e a mínima e rápida aparição no Baturité do Maestro. Triste mesmo foi a conversa com o Juca Chaves. Essa tirou a graça. O rapaz se passou. O azavan e as grandes pegadas com o ratinho. Trapalhões e o Sergio. As alavancadas e outras tantas. Como era, como funcionava, aonde moravam, como viviam, você ficou sabendo isso e muito mais no zé repórter nesta terça. A história de namorada com a namorada no Aquarium e outras sociedades de grandes lucros. Boas lembranças e grandes histórias nesse capitulo da resenha de hoje. Se fumo.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

GABRIEL de fusca.

Neto do Nei Azambuja fuscando.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Antunes Severo

Aniversário do amigo do CLUBINHO - Antunes Severo.
Procrastinar Tenho, entre os profissionais que me apoiam no tratamento que faço para compensar os desgastes dos 85 anos de janela que cumpro hoje, três notáveis exemplos de competência, dedicação e participação: a médica chefe, oncologista, a terapeuta do Pilates e a médica terapeuta especialista em medicina tradicional chinesa. Elas me acompanham, na prática, às 24 horas do dia: pelo telefone, WhatsApp, mensagem ou e-mail. Ontem, primeiro de agosto de 2017, às 10 horas da manhã, Preta e eu recebemos a visita da terapeuta que lida com as minhas emoções, idiossincrasias, hábitos, manias, preconceitos e desvios mentais. Ela monitora tudo isso e ainda faz aplicações de acupuntura e chás, os mais diversos. Esquecia de dizer. Há, ainda, um médico, clínico geral e especialista em emergências, que fica a nossa disposição durante às 24 horas do dia. Exagero? Nada disso. Comprometimento. Que neste caso é complementado pela disponibilidade do telefone da esposa quando o marido está atendendo alguma urgência. Fantasia? Sonho?Alucinação? Nadica! Isso se chama qualidade de atendimento. Coisa para Marajás? Também não. Sou funcionário público. Professor Universitário e vivo do meu salário de aposentado. Nossos bens? Um apartamento de 80 metros quadrados, no bairro Estreito (na parte Continental da Cidade). Aonde quero chegar? Em você. Primeiro, grato por ter vindo até aqui, segundo por ter aceito (ou aceitado?) o convite para continuar. A palestra da terapeuta das minhas excentricidades falou durante uns 45 minutos citando casos e analisando resultados. Ela iniciou pegando pesado, embora de maneira deixada e convincente: “O corpo humano é perfeito”. Argumentou, citou casos conhecidos. “Os médicos são auxiliares. A responsabilidade pela cura é do cliente”. Discretamente percebi que ela estava se referindo às atitudes que ando assumindo para justificar a demora da minha recuperação. Foi direto ao pote: “E você? Quais são seus planos futuros? “. Para aliviar ela ponderou: “Todos nós precisamos ter planos determinados, organizados e priorizados, se não, não se chega a lugar nenhum”. Gelei. Ela me pegou em flagrante. Sou um dos maiores procrastinadores entre os que conheço. Engoli em seco. Quis desviar o assunto, mas ela foi mais rápida: “Pode apresentar alguns? “ Enquanto pensava na resposta, escorriam pela minha mente uma série de verbos nada enaltecedores: transferir para outro dia ou deixar para depois; adiar, delongar, postergar, protrair. Fui sincero com ela: esse é um dos meus maiores males. Sei que estou protelando, relegando para segundo plano, mas para parecer “bonitinho para a plateia”, me sacrifico – e muitas vezes, até prejudico alguns amigos. Com este exemplo, me declaro em falta com a natureza e as leis universais. Ao mesmo tempo renovo a minha gratidão para quem me trata com tanta deferência e bondade. PS 1 – Crie um propósito. Crie rotinas positivas, antes que sua mente as crie por impactos emocionais. Quebre suas rotinas de todos os dias, todos os dias. As rotinas podem ser prazerosas. Se esforce em fazer três coisas diferentes por dia. PS 2 – Quando fizer um plano, faça-o ilimitado. “Vou chegar a ser! “ PS 3 – O poder está comigo. Está na minha atitude. PS 4 – Grato pela companhia. Publicado em: 02/08/2017 http://www2.carosouvintes.org.br/procrastinar/. Por Antunes Severo Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Ata de 1º de agosto de 2017.

Ata do CLUBINHO do dia 1º de agosto de 2017 da reunião e jantar realizado em Blumenau na Churrascaria Ataliba pelo Adilson nº19 Tadeu Machado. O cardápio os exageros da carne. O Adilson estava desconfortável recebendo visitas, com expediente no Zoo em Pomerode e com a preocupação com o irmão mais velho –Boanerges - internado na UTI com problemas pulmonares em Florianópolis. Todos desejam boa recuperação. Era futebol o tema forte de abertura de pauta. Botafoguemos, fomos para o Grêmio, Flamengamos, Cruzeiro e com algumas derrapadas políticas. Baixamos a bola. Felizmente conseguimos manter o nível e falar mesmo dos rapazes riquinhos correndo atrás da bola e de shorts. Volta e meia a bola caia na área em Brasília, raspava no travessão dos políticos. Mas com muito suor conseguimos manter a bola para cima e falar de futebol. A atração na semana foi o peixe que caiu no anzol – foto e vídeo no zap zap – preso pelo rabo, na foz do ribeirão da Velha, bem perto da ponte de ferro. Um belo dourado. Já, considerado o melhor de todos o vídeo do cara que pediu para o pai uma moto e ganhou um violino. Buscando a moto está o amigo Joel com os amigos socorristas de Mendonza. Um passeio agradecimento. Roçada foi o que fez o Paulo Muller no acidente. O casamento do Marcel com a Ana Célia foi a festa do Wilsinho na semana. Buscando o vestido estourou um pneu, vestido de pai do noivo. Há quem avalie como com gravidade e problemas o que aconteceu no CLUBINHO no último escrutínio. A 470 de Indaial à Blumenau está um tapete. Recapado dos dois lados. Puro são os nossos alemãezinhos. Burros. É outra coisa. Uma vez. Pela soma de pontos na carteira até já foram recebidas cartas. O texto convite é objetivo – venha entregar a carteira. Acontece que há contestação e há como transferir pontos para os outros. Daí entramos na conversa sobre padres bonzinhos e padres não bonzinhos. Na disciplina do ginásio realmente lidamos com grandes estúpidos. Por isso somos assim, ogros. E os bem dotados desfilaram na conversa. Assunto ruim, hein. Fomos para a diabetes e as coisas nada agradáveis que nos acontecem. Diz que o bicho pega três vezes na vida, se numa você estiver pra baixo a coisa fica feia. Falamos – ficha completa – da família do Henry. De um tempo que se frequentavam as casas e conhecíamos os pais. Dai falamos de muita grana, do barco de aço inox, de pesca que fica naquela morada do forte em Governador. É muita coisa, galpão com freezers e freezers cheios de camarões e lagostas. Serviço classe três AAA das fininhas. Lá no fim, tudo acaba e o pau vai comer. Falamos dos nomes, daqueles da curva, dos que ficavam atrás da trave no campo do Deba. Ali da rua do Alvin, perto do ferreiro. Era muita fumaça. Muita mesmo. Uma turma de amigos que se adiantaram. Encerramos com a certeza que na p´roxima terça feira tem mais um CLUBINHO, tem nova ata, mais uma resenha, nos nossos 48 anos de histórias. E estórias.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Joel & Sra em Mendoza

Na ARGENTINA com amigos no Parrilla Restaurant Don Mario em Mendoza - Vivian e Jorge; Lucia e Joel; Elizete e Caviquiolli -

sábado, 29 de julho de 2017

Aniversário do Bao

Parabéns Aderbal (BAO) Schaefer -todos os seus amigos do CLUBINHO lhe mandam um grande abraço pelo seu aniversário.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Evandro Heusi Scussel em Iceland.

DIA DO MOTOCICLISTA

quarta-feira, 26 de julho de 2017

sábado, 22 de julho de 2017

Jóia rara

Jóia Rara - Cezar Elbert (Canção do Amigo) "Jóia Rara" Compositor: Cezar Elbert Intérprete: Dani Monaco Piano, teclados & prog. eletrônica: Cezar Elbert "Jóia Rara" letra & música: Cezar Elbert Um… https://www.youtube.com/watch?v=Atww28CjaWA

terça-feira, 18 de julho de 2017

Ata de 18 de julho de 2017

Ata do CLUBINHO do dia 18 de julho de 2017 da reunião jantar realizado em Blumenau pelo Evandro Scussel no Restaurante Chinês. Muito bom o cardápio na primeira das noites frias do inverno de 2017. Suburban é um Chevrolet anos 50, já o Camarão a Soroban é imperdivel. Na abertura dos trabalhos teve rolinhos primavera, foi solicitado um caminhão baú do gostoso mandiopã. Que é o primo do isopor. Esteve na mesa - o Pin, o dono, que este ano faz 45 anos de Restaurante Chinês. Aquele que começou na Alvin Schrader. A mesa fica na curva da Alameda, os sentado perto do vidro se encolhiam na cadeira em cada verde da sinaleira. O Evandro viaja as 5 da manhã para Madrid. E também era de 5 o valor de cada garrafa de vinho. Cinco de mil cada. A Kombi de Balneário fez um roteiro via Luiz Alves com entrega e na compra de cachaça. Cachaça de 5. Na serra já tivemos neve. Pneu para andar na neve é molinho. Borracha molinha. Nas bobagens da política ameaçamos comentar um movimento de juizes em apoio ao Moro. Mas foi abafada a conversa. O Neymar foi negociado com multas para o tal PSG. Com nota ou sem nota ou simplesmente calçada. Nota só leva quem paga. Sonho de morar em Portugal. Gente lá, ta faltando. As empresas acabam pois não tem clientes. A idade média é da idade média. E o estádio de Brasília - Mané Garrincha - tá fazendo água - fechou em maio e as contas são gigantes. Willy, aquele do filme, tinha propaganda do tio. Material de primeira. Foi ali que rompeu o desagradável momento do só pago o que encomendei. Só pago peixe. Ouviu bobagem e sumiu. Se aqui temos carros antigos, lá o Evandro viu um evento de veículos de guerra. E lembramos do Agente 86 Maxwell Smart e as trapalhadas. O Mr Bean não morreu. O filé do Moraes ou Rei do Filé na Alameda Santos em São Paulo continua botando alho pra fora. A declaração pichada no muro dizia "Kely eu te amo" veio um engraçadinho e puxou um risco do nome e completou "já comi". O amigo Denis foi amigo do dono da Vagão em São Paulo. Cecilia Aldaz (ver no face book) mostra tudo em vinhos na TV. Deu a dica para quem não conhece, anote o que voce bebe num caderninho. Se der tempo. O nosso militante realmente tem pernas ocas. E aquela mulher parece uma maquina de lavar - de madeira - com adaptação de rolos para secar. Narrativas contam do Amilton. Caldo de cana e a cura de ressaca de sexta. Caldo de cana em muita quantidade não dá tempo de levantar a tampa do vaso. A historia do telegrama do programa "qual é a musica" e o sonho de estar no Silvio Santos. E os treinos no toca disco aos sábados. A vitima não aguenta ser chamado de qual é a musica. Cerveja artesanais, o preço, o mercado, a produção, como vivem, como se reproduzem, aonde moram... assistam no CLUBINHO REPORTER tudo dessa cadeia produtiva. Encerrando a pauta ao concluir os trabalhos - o até para o Evandro - Já vai. Já vai? Já vai, graças... adeus.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Abastecer o trem

Meu vô, tinha um posto, aonde o trem abastecia.
Meudeus. Com muito saudosismo esta foi a afirmação feita pelo Quico, ao volante, no caminho de ida ao CLUBINHO lá na estrada para Brusque na noite de 11 de julho uma terça feira. Todos à bordo viram a cena e ao vivo e à cores. Os amigos Joel, o Toni e eu. Provavelmente algo como uma imagem em sépia dos anos 50 ou 60 quando ainda se via e ouvia circulando no Vale as possantes locomotivas à vapor da Estrada de Ferro Federal Santa Catarina. Nas Itoupavas em Blumenau os trilhos utilizavam o leito da margem direita do rio e na região da Ponte do Salto a linha do trem cruzava com a rodovia por baixo da referida Ponte. Vimos então os atendentes do posto recebendo aquela majestosa viatura preta, grande, soltando vapor, com um apito forte, se movimentando e estacionando na praça de abastecimento do posto do Voia. Assim era carinhosamente chamado o vô Soutinho. O trem certamente entrava pela frente da rampa de lavação, onde estava estacionada aquela camionete verde azeitona, marca Fargo. Cruzava o espaço aonde ficava o elevador hidráulico da área para lubrificação. Imediatamente o frentista chefe do Posto estaria desenrolando a mangueira e abastecendo o trem. Um atendente perguntava se queria ver na frente, o outro com estopa na mão estava pronto para puxar a vareta do óleo e o auxiliar com uma vassoura de pelo, ensaboava os parabrisas. Enquanto isso o maquinista da locomotiva descia da máquina com martelinho de ferro para bater as rodas. Uma cena fantástica. Completado o tanque, o trem agora abastecido, o frentista perguntava do pagamento se era no dinheiro ou marcar na caderneta, pois a RFFSC costumava marcar e pagava com atraso. Já a nossa viagem continuava, aos poucos, pra lá de barracão, lembramos que locomotiva não tem carburador e nem platinado. Que certamente estávamos fantasiando exageradamente. Na verdade tudo isso realmente acontecia próximo ao posto. É que o trem, era alí mesmo que abastecia, mas de água, pois a maria fumaça era a vapor. E era ali, pertinho, que ficava a caixa d’agua, do lado do Posto do Voia. Ah bão. Então tá.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Ata de 11 de julho 2017

Ata do CLUBINHO do dia 11 de julho de 2017 da reunião jantar realizado em Brusque no Villa Zitri Restaurante pelo José Mano Walendowsky de nº 09. Excelente cardápio numa noite ainda de pouco inverno. Conforme o Pedro Ernesto estava sendo servidas fatias de maçã. Recebemos a agradável presença de motociclistas como o nosso embaixador em Madrid – Evandro e do internacional Jaime Fornari. Que contaram as mais recentes do velho mundo. Do restaurante do porquinho cortado de colher e mais antigo do mundo até o mais famoso em Girona que a fila de espera para reserva de mesa está de nove meses. Em Blumenau é tempo de pão com bolinho de carne. Nas regiões não turísticas na Espanha o mês de agosto – é verão – muitos estabelecimentos fecham para férias. Até dia 31 inclusive. Viu uma prova de motociclismo com motos elétricas – com direito a ronco (de aspirador de pó). Haja extensão e tê. Aqui em Corupá o Banana Lama foi um encontro de mais de três mil motos de trilheiros. Que trilha de moto lá são nas montanhas, nos Alpes, trilhas centenárias, que o exercito de Napoleão deve ter cruzado. De Cavalos, né. É época da corrida de touros. Não elétricos, chifrudos. Lá paja, é palha, é bronha. Com isso a camionete Pajero teve de trocar de nome. CLUBINHO também é cultura pornô automobilística. Pouca ou quase nada de informações sobre a politica. Bom para não perder o apetite. Na crise parece que agora são as farmácias que estão fechando. Abriu uma em cada esquina. Não tem remédio que cure. Logo logo vão as de pets. O novo supermercados Cooper em Blumenau abre com caixas sem operadoras, vai dar trabalho.... e falamos da tecnologia do Token que é um método de segurança que protege seus dados contra acessos não-autorizados à sua conta. A Petrobras, que tem hoje o Pedro Parente que foi da RBS, deve voltar à boiar, à tona. Diz o google que filé Mignon - nome de origem francesa significa “fatia grossa saborosa” e é o corte considerado por muitos o mais nobre de todos, tendo como principal característica a maciez e o sabor adocicado. Nem por isso o Bola quebrou um copo. Na mensagem para o presidente enviou a foto dele com a placa “fora Daniel”. Sem saldo no cartão corporativo o presidente deve voltar. Chegar as três da manhã, sentar na esteira no quarto, em cima do celular e ele discar para a patroa é complicado. A Zen Bier foi vendida para três sócios locais. Já com o UBER é bem diferente. Evidentemente que tem gente inventando. Mas que é muito melhor isso é verdade. E mais barato. Cada qual com sua Kombi, se fomos todos, voltando por uma estrada de boas lombadas e cheia de neblina.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Alemon...

25 SINAIS DE QUE VOCÊ CRESCEU EM UMA FAMÍLIA DE DESCENDENTES DE ALEMÃES - http://www.chimiamix.com/2017/07/25-sinais-de-que-voce-cresceu-em-uma.html
1) CUCA é um alimento aceitável como qualquer refeição. 2) Você conhece o brasão da sua família 3) Você inconscientemente finaliza frases com “uma vez”. Uma clara herança e tradução ao pé da letra do advérbio “mal” do alemão 4) Você foi basicamente nutrido à base de batatas 5) Você nunca, NUNCA viu isso na sua casa Sua mãe varre debaixo do sofá duas vezes ao dia 6) Você come Apfelstrudel 7) Quando sua avó te chamava, falava antes a primeira silaba do nome de todos os seus primos 8) Você sempre precisa soletrar seu sobrenome 9) Não existem locais nem horas inapropriados para cerveja 10) As reuniões de sua família sempre envolveram carteado 11) Uma das únicas certezas da sua vida é que vai ter maionese (salada de batata) no almoço de domingo. 11) Uma das únicas certezas da sua vida é que vai ter salada de batata no almoço de domingo 12) Você já foi a um baile de Kerb assim: 13) A primeira coisa que seus pais perguntam ao conhecer alguém: 14) Se seus pais/avós tem uma opinião, não é qualquer pesquisa da Nasa ou de Harvard que vai fazê-los mudar de idéia 15) Você não tem nojo para provar nenhum tipo de carne diferente15) Você não tem nojo para provar nenhum tipo de carne diferente 16) …nem de comer nada doce e salgado ao mesmo tempo 17) Você usa o verbo TUNGAR para isso: 18) você conhece uma criança apelidada de NÉNE ou PUBI 19) Você come essas bolachas no Natal e na Páscoa 20) Você conhece os animais abaixo com MINTSIA e MÊBI 21) Seu café da manhã é PÃO COM CHIMIA 22) Você come Waffles em formato de coração 23) ...Chucrute cozido/Sauerkraut 24) e KESCHMIER24) e KESCHMIER

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Amigos

Cinco amigos tiram a mesma foto durante 35 anos Se manter em contato com seus melhores amigos do ensino médio é algo bem difícil. As pessoas naturalmente se afastam, criam suas próprias famílias, seguem carreiras e, de repente, nada é o mais como era. Para estes 5 amigos ficar conectado é uma prioridade máxima, e a cada 5 anos o grupo se reúne para recriar uma foto que veio definir sua amizade. (foto de 1982 e 2017) http://www.coolturapop.com.br/2017/06/cinco-amigos-tiram-mesma-foto-durante-35-anos.html

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Ata de 27 de junho de 2017

Ata do CLUBINHO do dia 27 de junho de 2017 da reunião jantar realizado em Blumenau pelo José Geraldo Reis Pfau na Rua Max Hering, salão de festa do apto do filho Vicente. De convidados o Silvio Muller, o Fernando Pfau, o Beto - mano do Mano e o Toni Coelho. Pilotando a brasa na grelha, o Vicente agradou com um bom e suculento churrasco, salada de batata e farofa. Os assuntos como costume foram exaustivamente debatidos. Momentos de futebol, até cantando hinos de times, classificados e rebaixados. De politica nada que se considere mais conclusivo. De cultura muitos assuntos considerados gerais. O fato mais importante foi uma levantada de bola que estava sendo necessária na convivência de terças feiras. Os problemas de cada um são colocados de lado nestas poucas horas semanais que cada um nos emprestam seus ouvidos e até seus ombros. A capacidade que nós na melhor idade temos em buscar assuntos que foram de uma época bacana da nossa juventude e até infância é muito grande. Em recente publicação de texto o Adilson provocou emoções ao relatar sua via sacra em Lages voando com a família em asas de papelão. O Bola é a nossa referencia em Beatles. Artista que foi quando pode exercita a voz e coloca para fora seu inglês britânico. Não houve nenhum assunto registrado com maior profundidade. Nas redes sociais esta semana foi publicado arte com a estimativa do tamanho da nossa família CLUBINHO, a informação da comunicação com o numero de visualizações na nossa fan page do FACEBOOK e também os bons acessos que tem este nosso blog. O momento desta terça estava bastante light, o que no geral agradou a todos. Aliás uma situação permanente nas atividades do CLUBINHO. Agora nos nossos 38 anos.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

domingo, 25 de junho de 2017

...anjo por um dia.....

Do Paraíso ao Inferno...anjo por um dia...
Lembro que era domingo...1951 ou 1952...um remoto povoado de nome peculiar “Ermida”...Em São José do Cerrito (Carú), então Distrito do Município de Lages. Uma meia dúzia de casas... a igreja , a Escolinha...construções rústicas de madeira, Professôra Antônia,(normalista), minha mãe...lecionando na Escola Mista, alunos de várias séries primárias, na mesma sala. Aquele domingo, prometia ser diferente, minha mãe trabalhara várias noites, à luz de lamparina, montando um “par- de- asas-de-anjo”, de papelão, pintou de branco. Colava com amor, pequenas tiras de papel de sêda, todas brancas, dobradas e esticadas em lâmina redonda, de faca-de-mesa. Assim flexionadas, eram coladas no par-de-asas, como se fossem plumas. Meus Irmãos Boanerges (Neto)9 anos, Edson(Nenê)8 anos e eu, Tadeu(Jóia) 3 anos, olhávamos e ajudávamos como podíamos ! Neto e Nenê, vez por outra, lançavam olhares furtivos e marotos e eu não entendia o porquê. Domingo pela tardinha de verão, muito quente, estrada de rodagem de barro vermelho. Os devotos seguiam em procissão desde a Capela(Igreja) , em direção ao morro de Santa Cruz, estradinha cheia de curvas, até ao cume, onde uma capelinha, existente até hoje, com crucifixo, velas e placas de madeira, fotografias, agradecendo “graças alcançadas”. A Professôra Antônia, garbosa, puxava a cantoria, “Louvando Maria”...pouco atrás o “ANJO”, ...Eu, com o belo e pesado par-de-asas-de- anjo, amarrado com barbante nas minhas costas e cintura. Uma longa batina branca de Sêda. Na minha frente...”dois diabinhos¨: Neto e Nenê, olhavam para trás e sem minha mãe perceber, pronunciavam baixinho...”MENININHA”. Aludindo assim, que eu era uma “Menininha Anjo”. Aos berros, eu caminhava em minha penitência, minha mãe me censurava, dizendo que eu era “anjo menino”. Meus irmãos, quando podiam, sem ela perceber: “menino não usa vestido(batina), só menininha”. A garbosa professora, voltava um pouco atrás e dava discretos beliscões, para o anjo chorão, parar com o choro...”Homem não chora!”. Bastava ela sair de perto...e os “diabinhos” piscavam e balbuciavam “menininha!” e riam-se muito ! Assim minha via sacra, para passar pelas 12 estações, até ao alto na capelinha, foi um tormento. Só Jesus sabe ! Há 4 anos atrás...voltamos lá...o Anjo e os Diabinhos...o morro e capela estão lá...agora consigo rir, e consegui rir, com os diabinhos ! Você riu ? DIABINHO ! texto de ADILSON TADEU MACHADO - médico. (foto ilustração)

quinta-feira, 22 de junho de 2017

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Inverno

Ata de 20 de junho 2017

Ata do CLUBINHO do dia 20 de junho de 2017 da reunião e jantar realizada em Blumenau no Restaurante Mortadela pelo Wilson Ribeiro servindo uma macia e gostosa alcatre. É inicio de inverno. A caipirinha e o chopp no happy hour é em dobro. A vodka era Kalvelage. No ambiente, crianças para dar saudade do tempo em que se regulava os pentelhos. Com a crise aparece quem chora e também quem vende lenço. O valor das coisas em outros países, mostra que somos bonzinhos. Pagamos os carros mais caros, porque existem os clientes. O Marcio diz que o filho, quando na Nova Zelandia com amigo, na mesada compraram um carro usado. Aqui na nossa aldeia tem muita coisa complicada. O 25 foi feito porque os peixeiros dificultaram a vida de musicos voluntários. Tem outro maluco textil que tá muito complicado. Mercadoria de R$ 1.800,00 (pilas) a industria demora quarenta dias para pagar e só à vista. Não tem mais credito. Com profundo conhecimento de pesca falamos de tainha, liguado - aquele video que o cara corta filés grossos e até do trilha (vermelho). O Mastrini como sabemos tem uma pousada em Bombinhas e o Wilson prometeu conversar com ele para o CLUBINHO ir lá fazer - qualquer coisa. Falamos das sucatas em equipamentos de voo. Arrematava tanto que se acabou. O outro loqui - andou furado e o avião de rosca foi que salvou. Recordista em cuspe. No CLUBINHO tem amigos que comemoram mais de 365 festas de aniversários da família por ano. Outro vai em mais de 365 velórios por ano. O Wilson diz que terceiriza a caminhada. Encerramos e se fomos todos.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

domingo, 18 de junho de 2017

A enchente que eu vi...1983:...

FUTURA ESTAÇÃO DE ÁGUA (ETA III) – Bairro Progresso – Santa Maria . Alguns dias depois da enchente de Julho de 1983, Coronel Antonio Bascherotto Barreto, Comandante do 23º BI, reunia-se com as lideranças expressivas, da época, na comunidade blumenauense e propunha, com a experiência adquirida na catástrofe, que se discutisse uma” NOVA BLUMENAU”. O que poderia ser feito para melhorar, a prevenção de futuras enchentes ? A primeira reunião, aconteceu no auditório do Núcleo de Oficiais da Reserva do 23º BI. (NPOR). Participamos da reunião...lembro-me de pessoas como Victor Fernando Sasse(CELESC), Dr Roberto Buechele ( Hospital Santa Isabel); Juiz de Direito Dr Antonio Fernando do Amaral e Silva(Presidente da Cruz Vermelha de Blumenau) tantos outros, que a memória nos falta, representantes de diferentes autarquias e governo municipal. Abertos aos trabalhos, cada representante poderia formular medidas que pudessem amenizar, no futuro, o sofrimento da população. Nossas questões como representante do 23ºBI, apresentadas foram: 1- Mudar o Hospital Santo Antônio, para região do bairro Fortaleza, fora do risco de inundação. (Aplaudida...todavia nunca viabilizada.) 2 – Considerando que a estação de tratamento de água, na rua Bahia, a partir de determinado nível do rio, tinha suas bombas inundadas, qual o motivo de não se elevar, o nível das bombas, e assim permitir um bombeamento de água potável por mais tempo à população? 3 – Por que não aproveitar o manancial de água do Ribeirão Garcia, e não se construir uma Estação de Água na região da Nova Rússia? Afinal aquela água, além de excelente qualidade, poderia ser escoada pela ação da gravidade, abastecendo vários bairros ? Para alegria nossa, vimos acontecer estes fatos nos anos seguintes. Elevaram-se o nível das bombas e construiu-se a Estação ETA III,(Santa Maria - Nova Rússia) Somos gratos aos realizadores! QUESTÃO QUE FICA: A Estação ETA III (Santa Maria- Nova Rússia), hoje, vez por outra, sofre com agressão da turbidez da água, face ao desmoronamento de lama, na montanha, (altura da Ilha do Sossêgo) desde 2008 e posterior, afetando aquele benéfico trabalho da SAMAE. Não Seria o caso de mudar a captação de água da estação, mais acima, além do vale montanhoso, onde não há desmoronamento e trazer novas tubulações, até emendar com a atual estação ETA III ? O IMPOSSÍVEL É... O QUE APENAS NÃO OUSAMOS FAZER ! Texto de Adilson Tadeu Machado - Médico.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Ata de 13 de junho de 2017

Ata do CLUBINHO da reunião jantar realizada dia 13 de junho de 2017 em Blumenau na Pizzaria Baggio organizada pelo Joel Toledo de nº 39. De convidado o Fernando Pfau, primo do Zé. O cardápio as lascas do “crostino” e pizzas saborosas. Rolou o mostruário de bebidas do bar e até um tal de Benjamin que bebemos tudinho. Pediram para o garçon um chorinho e quem chorou foi o dono. Na freada do ônibus melhor botar concreto, pois o asfalto desmancha. O óleo é solvente. CLUBINHO é cultura em mobilidade urbana. A moto do Joel continua em Mendoza na Argentina. Vai levar colares e espelhinhos para a indiada. Ver de perto ou de longe é só regular nas cataratas. Meio isso e meio daquilo é o ideal. Dá para ver no aeroporto em que voo você vai. Das antigas falamos das festas da scriba. Boca livre e show com strip. O Joel ligou pro Google perguntando, era a lori dodécio que dizia que nunca foi na noite e nem viu pelado. O Clube das mulheres e outra coisa e foi um prejuízo da noite do Fernando. Entramos pesados na saúde. Para sair fomos para o drama do futebol. Sugerido voltar para o drama anterior. O Toni ficou colhendo aipim na margem esquerda. Bagos pequenos no prato para provar na vinícola. A cor do vinho ta casca. Vinhos tem que ser de qualidade. Ainda bem. A qualidade tá no rotulo de trás, acima de 12%, se não é suco de uva. De Lara é cliente do protético. Um show no zevoice. Canta muito, diz o Eduardo. Na AABB muita gente melou a cueca. Tempo bom. Arquiteto, engenheiro e decorador. Resolver a prioridade. Safados da política. Só isso. O cara de Curitiba tem que ouvir o que sabemos da foz de Blumenau. Uma obra entrando no esgoto. Na saída se usou o delas, tinha fila. Rolha, cortiça e coisas sintéticas. Rolha é rolha. Saber extrair e + 25 anos para recompor a árvore. Pra não ficar aberta, fechamos a ata

Nasceu a Malu - neta do Bao.

Malu é filha de LEO FELIPPI e da ANA LUÍZA SCHAEFER. Parabéns de todos os seus amigos do CLUBINHO.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Dia dos Namorados

Mensagem do presidente : - Aos amantes do CLUBINHO!!! Feliz dia dos Namorados!!!